2013

Nossa história tem início lá em meados de 2013 quando o Fábio Ambrizzi, ainda representante comercial, decidiu que mudaria de ramo para abrir um negócio. Já com alguma vivência empresarial e o tino comercial, identificou naquele momento que existia uma crescente demanda no consumo de tapioca em São Paulo, e viu ali um potencial mercado e oportunidade para inovar no ramo alimentício já que não existia oferta de tal produto e começou a pesquisar.

"A idéia"

2014

Neste ano o Brasil entraria em um dos momentos mais difíceis da história com o início da crise política e recessão econômica.
Mas a idéia e o projeto estava tomando corpo e ganhando força, estava cada vez mais claro que era um mercado potencial em crescimento.

"O Projeto"

2015

Dois anos se passaram de muito trabalho, pesquisa, desenvolvimento, planos de negócio, noites em claro e o propósito de abrir a melhor tapiocaria do Brasil. Tudo foi feito com muito cuidado em cada detalhe.
Com ajuda da família, e com as melhores receitas criadas pela mãe Dona Meire, ao final desse ano finalmente inaugurou-se o sonho, na cidade de Indaiatuba. Uma tapiocaria, toda pensada e projetada para se tornar uma rede de franquias.
Ignorando qualquer negativa de que não seria tempo de investir, com a grande recessão econômica, com um impedimento da presidente da republica, seguimos o plano, arregaçamos a manga e trabalhamos muito.

"Extase"

2016

Após alguns meses, a família decidiu abrir uma pequena cozinha industrial independente que seria tornaria fornecedora de toda linha de recheios, e nesse momento a irmã Carla Ambrizzi entra no negócio para assumir a cozinha industrial.
Entre uma produção e outra, era produzido alguns doces típicos de tapioca como cuscuz de tapioca, dadinho de tapioca e pudim de tapioca.
E a Carla com seus dotes culinários e imaginação, após alguns meses de tentativas e erros, criou um brownie de tapioca.
Nascia nesse momento o primeiro doce exclusivo, chamado a época de - Brownie’óca – e que era vendido exclusivamente na tapiocaria.
E assim permaneceu até 2017.

"Persistência"

2017

Após 2 anos, Fábio resolveu encerrar as atividades da tapiocaria em meados de junho, e junto com a loja, a cozinha industrial também encerrou as atividades em agosto.
Quando nos vimos aparentemente sem saída, aquele produto que ficou alguns meses esquecido batizado de – BrownieÓca – ressurgiu como alternativa para iniciar um novo negócio, e foi rebatizado de TapiBrownie.

No mesmo dia que decidimos encerrar as atividades da cozinha e iniciar uma nova jornada produzindo o TapiBrownie, e que seria o nosso marco zero, e para não deixar de ser tão dramático, veio uma semana inteiro de muita chuva e frio.
Sempre com determinação e vontade de “fazer acontecer”, Fábio pegou sua moto e saiu para sua primeira semana de vendas. Chuva? Moto?

Missão dada, missão cumprida. Na primeira semana já tínhamos nossos 30 primeiros clientes, que validaram o produto com vendas pelo 6 meses seguintes, o que nos encorajou para seguirmos adiante.

"A Queda"

2018

Após esse período de validação no varejo, Fábio traçou um planejamento, estipulou metas agressivas de crescimento e começou a trabalhar ao menos 15 horas diárias para cumprir as metas.

Neste ano estávamos saindo da produção artesanal para adaptação de linha de produção.
Imaginávamos máquinas para agilizar um processo, ou elas não existiam ou custavam valores fora da nossa realidade. Então Fábio constrói alguns protótipos de madeira meio mal acabada mas funcionando, e o pai João (o Prof. Pardal da familia), transformava essa idéia numa máquina profissional. E assim seguimos nos adaptando as necessidades com a imaginação e muito trabalho.

Missão dada, missão cumprida. A empresa produziu quase 250 mil unidades de brownies no ano e começamos a tomar forma de indústria e não mais uma produção caseira.

"A Volta por cima"

2019

Neste ano começamos a estruturar a pequena fábrica, com investimentos em equipamentos e máquinas automatizadas.
Seguindo um planejamento comercial agressivo, mantivemos um crescimento exponencial, melhoramos os processos industriais, aumentamos a nossa capacidade produtiva e nos preparamos para ampliar nossa fábrica para um galpão de 400m².
Mesmo com vários contratempos no meio do caminho, com brigas familiares, uma quase separação de sociedade, a empresa se manteve em pé com produção a todo vapor, e neste ano bateremos a produção de  aproximadamente 600 mil brownies

"Superação"

2020

Vem aí uma nova fábrica, uma nova casa, muitas novidades e um ano cheio de promessas. 
Vamos fazer acontecer.
Rumo a 2 milhões de brownies.

"

Logotipo_1_Prancheta 2.png
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

TapiBrownie é uma marca registrada. Todos os direitos reservados.